This is Mr. Helsin's Typepad Profile.
Join Typepad and start following Mr. Helsin's activity
Join Now!
Already a member? Sign In
Mr. Helsin
Recent Activity
Não percebo a incoerência deste senhor. Critica o Brasil por ter doado 100 mil Euros as vítimas do ciclone IDAI. A sua fundação, segundo ele, tem angariado apoios para o mesmo fim e entrega a Cruz Vermelha e não a INGC, instituição governamental, uma clara demonstração de falta de confiança para com as instituições governamentais e respectivas pessoas que gerem. Este senhor esqueceu-se ou faz de conta que não sabe do calote que a sua Frelimo/governo deu ao Brasil. Mia Couto é membro da Frelimo, conhece a história macabra do seu partido, viveu e vive dos acontecimentos deselegante protagonizados pelo seu partido/governo. A pergunta que faço é: quem é deselegante? O Brasil, a Frelimo ou o Senhor Mia Couto?
Força Coronel,que não se fale de diálogo como o Muchanga e a Ivone vem apelando nos últimos dias, o diálogo é para os fracos a guerra é para os fortes. Assim nos ensinaram, assim que devem aguentar.
Caros compatriotas Perdemos em Portugal e vamos a tempo de perder na Alemanha a possibilidade de mostrarmos ao mundo que esses assassinos não merecem o respeito através de uma manifestação para que os dirigentes desses países não os recebam. Moçambicanos em Portugal, porquê não se manifestaram demostrando vossa indignidade com esse governo da Frelimo? Moçambicanos na Alemanha, porquê não se manifestem demostrando vossa indignidade com esse governo da Frelimo? Vós sois cúplices esperando que Moçambicanos em Moçambique o façam se é de conhecimento de todos que quem abre a boca leva tiro e os compatriotas estam em países com uma liberdade, não digo perfeita mas, melhor a de Moçambique. Ajudemos os demais a dizer "Basta", transmitam a informação aos demais dirigentes que acolher, acarinhar, apoiar bandidos; bandidos também são porque o que se vive em Moçambique é um autêntico desastre humanitário cometidos atravez de matanças, violações, alias um autêntico crime contra a humanidade. Se esse que auto proclamou-se presidente sonhar visitar, mendigar no país onde me acolhe, tenham certeza de que sairá envergonhado. A senhora Angela Merkel,o Governo Português deveriam ter vergonha em receber e ou convidar assassinos em suas casas. O senhor Marcelo Ribeiro de Sousa que cancele a sua visita à Moçambique. O TPI de que está a espera, de que prova precisa para mandar capturar e julga-los de crime contra a humanidade? Quando assistimos "Pogroms" e execuções selectivas e violações graves de direitos humanos. Moçambicanos e Moçambicanas, tomemos a dianteira e não deixemos somente a Renamo que se defenda como pode aplaudindo, principalmente nós os da diáspora temos que auxiliar as acções internas e para isso não precisa que seja da oposição porque o que está em jogo é a nossa soberania e futuro da terra onde nos viu nascer, até porque deixamos parentes. Manifestemos-nos compatriotas! não estou muito seguro do sucesso da manifestação que está sendo organizado para os dias 29 e 30 de Abril porque conheço e vivi as atrocidades que a Frelimo comete e está a cometer. Pena é em não conhecer o email do Fernando Gil, gostaria de escrever não em forma de comentários. Abraços
Para o meu Presidente FJN continua perdendo oportunidades de, em vez de ser golpeado pela própria Frelimo, tornar-se o primeiro a golpea-los e o povo está do seu lado. Em outras palavras a própria Frelimo não está seguro por ter um Presidente que não seja do seu reduto (Gaza). E o FJN lá está por uma insistência, confusão do Chipande. És a razão de "Piscar para direita e virar para esquerda". Em relação ao Mia Couto igual a tantos outros nacionalmente reconhecidos, demostra o desespero da Frelimo. Isto é, porque a disinformação por meio da mídia incluindo redes sociais não está sortir efeito, há uma mobilização, uma acção desesperada, de todos actores, artistas, figuras, etc, de renome não só nacionais como também internacionais como se viu o contacto que se foi feito como o antigo mediador, pagamento de passagem e não só, para vir a Moçambique convencer Dhlakama o que teve, em minha opinião, a melhor resposta por parte deste, de darem a cara em defesa da Frelimo usando suas influências. Não nos admiremos se forem a lançar uma musica em defesa da Frelimo. Atravéz do meu sexto sentido concluo, a Frelimo está mais que desesperada!
Pedro Nacuo! Sinceramente, as suas contas mal feitas, suas justificativas mal elaboradas, nem ao "pardal" convence. Uma clara demostração de esgotamento em argumentos para o Jornal Domingos e seus colaboradores. Nunca foi fácil inventar até porque os mesmos que hoje a todo custo tentam inventar, formaram-se nas Universidades medíocres que são as de Moçambique enganando-se com títulos atribuidos. Enfim... vão nos entertendo!
Parabéns, Viriato Caetano Dias. Zicomo
Esse Professor "phd" no meu ver espelha alguma realidade! Teria sido melhor respondendo todas as questões pelo que, peca na falta de resposta em questões que considero de fundo. Porque será essa falta de resposta? Tirou lhe toda credibilidade nas suas análises por não ter respondido as tais questões que ele sabe as verdadeiras respostas.
Viriato, Viriato! Se as críticas não te encomodam porquê ca estás a te desculpares e defender-te? Já que aprendes com pessoas suas de grandíssima personalidade moral e eu faço parte, aprenda mais essa: Na vida tudo é relativo, as pessoas que te inspiram não inspiram a mim, não aprendo com seu professor José Hermano Saraiva, seu amigo Nkulo, David Alone, etc, que em todas suas escritas têns vindo a mencionar. Ninguém desrespeita e nega as suas reflexões, mas quando afirmas que a Renamo está a matar demostras um pensamento ridículo, contra a verdade e isto é negado aqui. Sr. Viriato não é um extraterrestre como outro leitor questionou e se fosse seria um ser mais pensante, o sr. é um "lambebota" ou um dr. idiota. Tal como o senhor, adimite-se que haja engravatados a viver do bom e do melhor a custa do povo, também existem os que lutam nas cidades de várias formas para que haja igualdade social, para acabar com pessoas lambebotas como o senhor e tantos outros males. Parece-me que o senhor passou-se de vez. Quero lhe recordar que as FDS escoltam dirigentes da Frelimo. Repito, dirigentes da Frelimo. "ser democrata é pautar pelos discursos de paz ao mesmo tempo que se preparam acções belicistas para que a nação moçambicana se parta entre duas metades inimigas?" Não sr. Viriato, ai concordo consigo. Ao pautar pelos discursos infundados de paz e ao mesmo tempo adquirir-se material bélico, aniquilar dirigentes da oposição, queimar palhotas da população todas essas acções é anti-democrático e quem faz isso...? O seu secretário geral Eliseu machava já respondeu e concluiu que os mesmos devem ser responsabilizados. Seja um ser pensante dr. Viriato ou abstém-se de comentar. Recorde-nos do que viu após 40 anos nos diferentes pontos de Moçambique, nas suas viagens em que relatou aqui toda a verdade pelo que foi bem elogiado porque falava a verdade, isto foi nos finais de 2015. Ser que em seis (6) meses tudo mudou? e hoje encomoda-se com as críticas que tem recebido, lá na sua escola em Portugal não apreendeu a fazer análises justas e imparciais sobre suas próprias acções? A Renamo sempre dialogou e soube dialogar! O erro maior foi dialogar com caneta em mão enquanto que a frelimo ensinou a todos nós que ela so dialoga com armas, mas sei que dr não entende isso a não ser que essas palavras saiam do seu amigo Nkulo, do Professor Hermano Saraiva ou do saudoso David Alone. Realmente “As televisões podem mostrar quem deu o primeiro tiro, mas a história dirá quem ganhou a guerra”. Não será esses miúdos da FDS que acabarão com a Renamo, mesmo que eliminem o Dhlakama, saibam que tudo isso é o princípio do vosso fim. Meu ilustre Viriato, eu pude viver os momentos que corrias de biquini debaixo da chuva cantando, portanto sou seu amigo pelo que apelo-lhe a continuares a comer tranquilo sem ofender os compatriotas que pagam tuas despesas.
Toggle Commented Mar 1, 2016 on PERGUNTAS AOS LEITORES at Moçambique para todos
Ohaawa, estás coberto de razões e só para acrescentar. O MDM deve aprender com que foi aqui dito, argumentado que se resume a: A Frelimo só cede com arma em punho. Não pensem que irão vencer a Frelimo por vias democráticas como podem se iludir com as autarquias em que governam. Pessoalmente sei da vossa boa intensão de fazer política justa e séria, mas saibam que estão no campo de batalha com um inimigo capaz de tudo, ate sacrificar o seu povo, como tem vindo a acontecer só para manter no poder alias, o exemplo mais que plausível foi o destino do Uria Simango, que Deus o tenha. O MDM deve juntar-se a essa revolução, contribuindo e dando mais força aos moçambicanos resistentes. O MDM deve deixar de querer se fazer de "menino bonito". O vosso distanciamento satisfaz a ganância da Frelimo usando-os como exemplo da democracia que não existe. Caros senhores, não sejam cobardes contribuam para uma revolução forte e definitiva e que torne com exactidão MOÇAMBIQUE PARA TODOS.
Kota Moisés; Este senhor somente falou, mas não disse nada. Portanto, não precisa empenhar-se em entender o que ele não disse, até ele próprio não sabe o que disse. Na altura questionei a um amigo a fim de perceber o que ele havia dito, também o meu amigo não entendeu e ficamos por ai, tirei as minhas conclusões de que o palhaço não quiz dizer nada e o que hoje vejo no notícias, AIM, por ai foi graças aos jornalistas em serviço que tentaram adaptar para se fazer entender o que ele não disse. Bem..., também percebo que eu não disse nada! confesso, esse marginal de ministro conseguiu barralhar meu raciocínio. Demostram claramente que estão totalmente barralhados, desconcertados, desnorteados e é o princípio do fim e que a Renamo não dê tréguas.
Essa tática já é conhecida, não há que negociar! Se é para a Frelimo "estar bem na foto" com a comunidade internacional, que se lixe a comunidade internacional por serem cúmplices. Se não quizerem "doar" vosso maltito dinheiro, saibam que nunca beneficiou ao povo pelo que enfiem lá onde sabem... Se não quizerem reconhecer um outro governo, que retirem desde já vossas representações diplomáticas, voltaremos a matabichar bata-doce, mandioca; almoçar feijão buer, mas com dignidade. O desenvolvimento industrial na Africa de Sul foi possível pelas sansões aplicadas ao regime do apartheid contra o povo maioritário negro; As sansões aplicadas ao Irão ou Cuba propriciou a criatividade para o desenvolvimento em outras áreas como Energia no irão e saude em Cuba. Portanto o feijão "Nhandolo" junto com a massa de milho amarelo "Khenha" era bem confecionado ao ponto de exportarmos a receita para outros países, isso a quando da guerra dos 16 anos e não me falem de pensamento retardado porque de avanço nada temos. Pessoalmente já fabricava copos de vidro a partir de garrafas recicladas. O povo está com a Renamo nesta luta. Essa Renamo deve estar consciente que o povo quer, não é negociações mas sim acabar com o poder da Frelimo. A experiência faz-nos sábios! De todas as vezes que se negociou, A Frelimo nada cumpriu e adivirto "Dessa vez a Renamo não pode vender esse triunfo dos moçambicanos, reconhecemos as vossas dificuldades no mato, corangem e heroismo nesse processo contudo, carregamos-vos em nossos corações." A luta continua!
Meu caro Viriato; Para o seu conhecimento e respondendo directamente a pergunda 1, a Renamo não está a matar populações civis como mal informado estás. Seja verdadeiramente acadêmico ou no mínimo consciente. Quando as eleições, isso sobre sua pergunda 2, recordo-lhe que é por excesso de imbecilidade de moçambicanos iguais a você que se recusam implantar eleições justas, livres e credíveis para que todos os partidos participem em pé de igualdade. Excesso de imbelicidade sim porque não chegam a medir as consequências ou se o fazem, desvalorizam o sentimento da maior parte do moçambicanos. Antes de responder sua terceira pergunta replico-te com outra pergunta. Você Viriato é INFANTIL ou IDIOTA? Não me cabe ensinar-te você que se diz acadêmico que a Frelimo já mais aceitou a democracia e quem é o coveiro desta mesma democracia... Aponta um único país com regime comunista e democrático ao mesmo tempo. "As temperaturas da forja nunca são frias, quando o objectivo for o de moldar o ferro." são suas palavras e com toda razão porque tal como a Frelimo ensinou, assim terá de suportar a temperatura até moldarmos o ferro. Enfim... caro Viriato Caetano Dias, a bem pouco tempo considerava-o mais valia para esse moçambique, pena e triste estou por te tornares um caso perdido. Continue estudando, mas parece que de nada resulta ou valha a pena.
General Chingondo! Conversava eu com um jovem que acaba de ser destacado para ir reforças as fileiras derrotadas pela Renamo e que na conversa transmitiu-me uma realidade triste ao afirmar que deveria ir defender a pátria. Tive alguns segundos de silêncio porque mesmo dando a conhecer ao jovem de factos reais que vem acontecendo, percebi que estão todos sendo enganados aliados a burice, ingenuidade destes mesmos jovens. Depois da minha tentativa de ilucidar os factos sem grandes sucessos limitei-me a pedir que me actualizasse assim que ele chegar à zona de combate. Portanto, o seu apelo têm surtido efeito embora resida tanta ingenuidade nestes jovens que só acreditam quando assistem de perto alias, o sentimento generalizado é de que estão treinados e vão resolver ou acabar com a Renamo, até porque não lhes interessa ler jornal ou coisa do genero. O General usa whatsapp? Sugeria que fizesse este apelo usando essa via, quando aos números, empenho-me em obter. Nunca fui militar, mas acredito ser esse momento que a Renamo deveria activar outras frentes visto que a Frelimo já não dispõem de homens pedindo constantemente reforços e a própria renamo têm usado 4 à 10 homens o que ajuda na sua expansão. É guerrilha. Ps. Não sou a favor da guerra até porque tenho familiares em todo canto de Moçambique e alguns a morrerem neste conflito. No entanto, sou a favor da extinção não da Frelimo mas dos seus chiconhocas encabeçada pelo Marcelino Dos Santos (Está velho mais não lhe esqueço).
Meu caro Khanga Hanha Muzai; Passamos a ser os dois irreverentes ao questionares se esses seres ao serviço do diabo (Frelimo) amam suas famílias e escreveres o que tenho vindo a meditar sobre o futuro dos seus parentes (entenda-se aqui, filhos). Em ocasião anterior referi-me ao ponto de chamboquear suas ossadas caso estejam mortos, mas bem disseste que o povo pode enteder ir mais além e fazer com que seus filhos paguem toda factura. Acredito que a Frelimo ainda têm a oportunidade de evitar isso e algo pior, entregando o poder ao povo e esse acto fará com que ponderemos as acções drásticas que vós aguardam. Faço uso das suas palavras/pergunta, Muzai. Será que amam vossas famílias???????????????
Kota Moisés, Não se sinta arrependido porque fê-lo com boas intensões pese embora ter sido jogada de uma das partes e burice da outra, mas a sua iniciativa e entrega dignifica-lhe. Abraço
Elisio Macamo, Você é um idiota ao cubo! O vosso dia de juizo final ta chegar. Fernando Gil, não nos enjoe com esses tipo de comentários, não vais postar toda malcriadez e idiotisse aqui no teu blog!? Deixe que ele esses comentem isso no facebook, TVM, STV, Notícias, Dimingo e ai por diante.
Toggle Commented Feb 20, 2016 on O hábito não faz o monge at Moçambique para todos
Caro Eusébio Tal como qualquer um, tens direito de assim pensar e respeito! Creio seres fruto desse desgoverno que chamas de governo razão pelo qual pensas como foste e és educado. Se desses mais espaço de te libertar mentalmente terias o mundo em sua volta e não somente a Frelimo. Não precisa mudar de cor para, como ser racional, dar-te tempo de analisares por vários ângulos. Caso não consiga efectuar esse exercício, limite-se a não escrever aqui. Existem por ai Jornal Noticias,Domingo, TVM, STV, RM por ai em diante. Abraço
Eu acredito nas boas intensões da Igreja Católica. O seu silêncio traduz-se em maturidade, seriedade e compromisso com o bem estar do povo em particular, moçambicano. Deixemos de lado a crença, até porque de crente nada tenho. A política da congregação (Igreja Católica) para com a sociedade é de louvar ao contrário destas outras que demostram claramente que a sua existência basea-se na extorsão do povo mal informado ou instruido e faze-los de verdadeiros servos (ESCRAVOS) e se fosse de Deus ao menos, mas deles em conivência com as elites políticas da Frelimo. Eu, ainda não vi essas elites fazerem tanta propaganda com a Igreja Católica muito menos visitas constantes por lá. Em outra mão, já assisti tanta propaganda, visitas as igrejas "protestantes" é o que se diz protestantes tais como IURD que deveria ser banida do território moçambicano, as invagélicas iguais a do Sr Diniz Singulane ou Tsangulane por ai, muito dessas estão a fomentar a pobreza e sabem os dividendos partilham com quem... Conseguiram ver a reação do Padre Couto a quando dos assuntos de mediação? Este Sr. Padre mostrou que muita coisa não concordava com a posição da Frelimo só não disse mais para não por em causa a própria Igreja a que representava ao contrário dos Srs. que se dizem reverendos, académicos por ai. Nós povo moçambicano, não somos idiotas!
Meus parabéns as tropas da Frelimo que souberam acatar as orientações do General Chingondo e Franciscco Moisés em recusar combater compatriotas em defesa dos gananciosos da Frelimo. Da próxima vez levem os blindados as matas e estacionem por lá com todo equipamento. Parabéns aos Generais da Renamo em tomar essa iniciativa e mostrar que se alguém esta estagnado em ideias, não se é necessário aniquilar e tomar o poder. Vocês (Generais) afastaram o Dhlakama em termos de reacção militar, mas continuam a respeitar como lider da Renamo. Na Frelimo isso teria outros contornos, aniquilava-o para tomarem o poder. Parabéns mais uma vez aos Generais da Renamo pelo facto de não usarem civis nas vossas incursões. Porquê não parabenizar o General Dhlakama por entender a actitude dos seus generais e ceder esse lugar/posicionamento à quem pode de facto responder com "às" o que a Frelimo nós ensinou e abituou. Abraços
Unai, Unai, Ainda ficas surpreendido por não ser noticiado!? Eu disse e podem esperar que, com esses acontecimento e baixas mesmo não noticiadas, a Frelimo saberá contactar AMMD, saberá dizer qual é a hierarquia da Renamo e pedir negociar. O que mais me intriga é ter-se um exército que se diz nacional a apanharem ao estilo de periquitos, a Frelimo esqueceu-se de que no período da guerra dos 16 anos, a escassos anos do AGP, em que estavam tecnicamente derrotados quem estava como ministro da Defesa era o Assassino Chipande, Kota Moisés não me deixe enganar. No entanto, é o mesmo que diz pronto para terminar com a Renamo em poucos dias. Isso cheira-me ajuste de contas a mistura, com a repetição do mesmo filme dos anos 80.
Meu caro umBhalane Acompanho seus comentários porque tens demostrado uma actitude muito forte e positiva no que se refere em contribuições. Portanto, se escreveres sem excesso de repetições que fazes intencionalmente, poderei perceber melhor e terei mais gosto em acompanhar seus excelentes comentários. Abraço
Será que a Renamo é tão desorganizada ao ponto de fazer um convite a este nível poor via telefónica? Permitam-me pensar essa possibilidade porque o contrário, a Renamo deve ter a cópia do ofício e que apresente. Ao ser verdade que o JZ/AS não tenha recebido o convite, deduzo que a Renamo precisa urgente de refazer suas fileiras deplomáticas. Ao não ser verdade e a Renamo evidenciar os factos, concluo ser benéfico porque estaria-se lidando com traiçoeiros, hienas, sim hienas que valerá mais cedo descarta-los.
Meu empregado FJN, afinal os homens da Renamo não estão acatar com seus/vossos apelos ao se entregarem as autoridades que segundo seu Ministérios dos Combatentes e outros lacaios já contabilizaram mais de 500 homens? Talvés porque entregam-se sem as respectivas armas. O Senhor meu empregado está a contradizer com as acções enganosas montadas pela sua equipe, em outras palavras, O senhor acaba de dizer a verdade de que os homens ora apresentados não passam de membros e simpatizantes da Frelimo à troco de vinte mil meticais, dinheiro este que malditos doadores dão em nome de apoio fazendo-se de cúmplice da maquina mafiosa montada. O senhor meu empregado também deve ter modos quando se dirige a alguém mesmo que seja seu inimigo alias, estes que o Senhor chama de Leões não são seus inimigos, o senhor que se faz de inimigo deles. O por lhe faltar habilidades em relações humanas, o que era suposto ter o minímo, apela ao desarmamento insultando, abusando, ofendendo aos apelados chamando-os de Leões. Que triste e vergonhoso ouvir isso de si. Senhor meu empregado, porque também não sou seu inimigo e desejo-lhe bem, faço a questão de me agendar para lhe ministrar aulas de relações humanas que inclui ética, comunicação, intereção individual e colectivo, etc. Estou aqui a dizer que encontro-me disponível para lhe ajudar de forma grátis, sublinho grátis. Abraços
O mais caricato nisso tudo é que eles pouco ou nada se apercebem da contradição por eles criada uma vez que só acompanham informações dos orgão de comunicação do regime e quando acompanham as de outros orgãos sérios, assustam-se. Por outro lado espelham uma clara desorientação, falta de norte, demostração de marabalismo para enganar que acabam eles (Frelimo) enganados. Conheço Muanza e todo movimento migratório que lá se pratica. O que o FJN diz não constitui verdade, alias, é mentira. o que o "Matangala" diz, é mentira que procure saber primeiro o significa "matangala". Tenho certaza de que no seio dos membros do conselho de ministros existam oportunistas para enriquecerem com os refugiados no Malawi dai que adimitem agora que exista sim refugiados contrariando o discurso do colectivo. Ou seja, uns visionários e preocupados em encher os bolsos com a situação e outros tentando justificar o injustificavel. Saudações MPT
Isso tem piada e só piada. A dias anunciaram de que tinham pistas dos assassinos, hoje querem as duas pessoas que consiguiram escapar como testemunhas enquanto bem se sabe que será para liquida-los também. Eu acredito, dado os acontecimentos nem se recordam como abandonaram a viatura e o local. Tirem o cavalo da chuva que eles não darão a cara.