This is Frank's Typepad Profile.
Join Typepad and start following Frank's activity
Join Now!
Already a member? Sign In
Frank
Recent Activity
Trata-se de uma invasão do estado russo a Moçambique. Os russos irão usar uma política de terra queimada tal com fizeram no passado na Gorongosa. O russos aproveitarão a ocasião para testar as suas armas mais destruidores. Mais uma vez serão os moçambicanos a sofrerem os efeitos devastadores desta invasão. Infelizmente Moçambique, desde 25 de junho de 1975, que não conhece o sabor da paz. A Frelimo transformou os moçambicanos em carne para canhão. Tudo isto não voltaria a repetir-se se o Acordo Geral de Paz assinado em 1992 tivesse previsto um Tribunal Internacional Penal para julgar os crimes cometidos desde a 25 de Junho de 1975 tal com aconteceu no Ruanda e no Camboja.
Caro Moolla. Saudações. Felizmente não tenho "memória curta" e não me esqueço das ações tenebrosas deste sr.Castelo Branco quando era comunista e fiel seguidor e ajudante do ideólogo comunista sr. Jorge Rebelo. Muita gente foi perseguida, enjaulada e torturada nas masmorras da Machava do SNASP devido às ações do sr. Castelo Branco. Alguns destes infelizes acabaram por desaparecer. Muito dos comunistas brancos e canecos da Frelimo estão hoje desiludidos porque deixaram de ter poder sobre a VIDA de Outras pessoas. No tempo do sr. Samora muita gente simplesmente desapareceu porque era intitulado nos arquivos do SNASP como anti-comunistas. O sr. Castelo Branco hoje descarrega as suas mágoas sobre os seus apaniguados da Frelimo por nunca foi ministro. Ele esperava recompensa de ser ministro pelos seus atos tenebrosos contra moçambicanos inocentes
Saudações Caro Moolla, bem dito
Caro Francisco, Ossufo Momade vai acabar por ser abandonado pelo renamistas mais conscientes e terminar os seus dias na sargeta
Este ditador pelo menos é sincero. Ele escorregou e disse a verdade que vai na cabeça da comissão política. Aqueles Renamistas que se aliaram ao traidor e agente do SISE Ossufo Momade deveriam reconsiderar e aliarem-se à Junta Militar da Renamo. O que é bom saber que Nyusi não foi à Assembleia Geral da ONU por ter medo de ser detido imediatamente ao pisar o solo americano. Os líderes da Frelimo já não viajam,estão presos em Moçambique.
"Mazimbique deixou claro que não sabia se de facto os passaportes são falsos, mas o facto é que ambos não continham o carimbo dos serviços migratórios do país de origem (EUA)." Esta senhora Mazimbique da Frelimo é ignorante e pensa que o outros países são como Moçambique. Na saída de qualquer aeroporto internacional dos EUA os passageiros não passam pelo controlo dos serviços de migração e portanto não há qualquer carimbo nos passaportes. A Frelimo prendeu estes investigadores americanos para fazer chantagem de forma a envolver os EUA no conflito interno do norte. Estes tiveram sorte estar vivos porque são americanos. A Frelimo usou o mesmo estratagema quando prendeu o Sul-Africano branco e que depois mataram-no porque o governo da Africa do Sul não quis saber do seu cidadão branco.
Caro Moolla Bem dito. A TVM,cujo conselho de administração e formado por membros da SISE, é um orgão de comunicação da propaganda da Frelimo. A TVM desde a sua criação foi gerida pelo SNASP com ajuda de cubanos. A reportagem da TVM foi encenada para tentar mobilizar a comunidade internacional para prestar ajuda num conflito de natureza interna. A Frelimo está desesperada e com medo que a guerra chegue ao Sul e por isso usa propaganda barata para pedir ajuda. Só, que a Frelimo já não consegue enganar a comunidade internacional porque está desacredita. Hoje os líderes da Frelimo já têm medo de viajar para o estrangeiro por causa dos mandatos de captura que ainda não foi anunciados pela justiça americana. Todos eles comeram da mesma panela que Guebuza preparou. Esta é o melhor que aconteceu. Estão todos confinados em Maputo. Já nem podem ir tratar-se na República da África do Sul
Os traidores Ossufo Momade e a sua quadrilha aliaram-se à Frelimo, a troco de lugares na assembleia popular, para destruírem as força militarizadas da Renamo que no passado colocaram a Frelimo de joelhos a pedir paz. O traidor Ossufo Momade quer a todo custo ocupar o lugar de chefe da oposição na assembleia popular, lugar que nunca foi aceite pelo falecido Dlhakama. Este é o prémio prometido ao traidor por Nyusi em troca da eliminação física dos militares da Renamo. O traidor Ossufo Momade e a sua camarilha irão um dia beber do seu próprio veneno, e assim, acabarem na sarjeta quando deixarem de serem úteis à Frelimo.
É pura propaganda feita por gente ligada ao regime da Frelimo. Este documentário não tem qualquer interesse histórico
A Junta Militar da Renamo negou a autoria do ataque. É a Frelimo de Nyusi e Momade que estão desesperados com a ameaça da Junta para impedir a realização eleições fraudulentas da Frelimo
Frelimo apoiada pelo traidor Momade orquestraram o ataque ao autocarro de passageiros para agora justificarem o ataque à Junta Militar da Renamo. Nyusi e Momade, sabendo que o acordo assinado é farsa para enganar a comunidade internacional, procuram agora fazer um DDR com a força das armas. Enganam-se porque terão duas guerras não convencionais em duas frentes com forças que já mostraram que podem derrotar a FADMs desmoralizadas da Frelimo
"A marcha de hoje foi organizada por jovens estudantes e activistas sociais de diferentes organizações" No Niassa devotado ao esquecimento e à exclusão social e económica, são jovens que mais uma vez demonstram a coragem e consciência para reclamar os seus direitos. A polícia terrorista da Frelimo mostra, de forma violenta, a natureza diabólica do regime. São jovens moçambicanos que conduzem a luta armada no norte de Moçambique que faz tremer as forças de segurança da Ferlimo e cria calafrios no Palácio da Ponta Vermelha onde reside o gomate. Foi assim que caiu o regime do ditador Omar al Bashir no Sudão. O ditador Omar al Bashir hoje está na prisão. Hoje, em outro lugar, são os jovens que conduzem a luta pela democracia em Hong-Kong. Apesar da brutalidade da polícia de Pequim, os jovens de Hong-Kong, não desmobilizam, e escalam a sua luta com utilização de cocktail molotovs e bastões contra as estações da polícia de Pequim. A maioria da população moçambicana é jovem. Sem possibilidade de sonhar, a sua luta irá subir de tom e os partidos satélites da Frelimo irão cair no esgoto e aí ficarão para sempre
"Para Manteigas, esta "é uma matéria de Estado (…) é o Estado que tem que garantir a defesa e tranquilidade do país” Este traidor e membro da Frelimo está a ameaçar com a intervenção do estado policial da Frelimo para cometer atos de terroristas contra os militares da Renamo que tiveram a coragem de denunciar o complô montado pela dupla Nyusi e Momade. Manteigas está condenado a viver na sargeta
O sr. Paul Kagame é um ditador que fundou um estado policial e intolerante para atingir os seus objetivos. Ele perseguiu e assassinou alguns dos seus colaboradores mais próximos apenas por serem vozes discordantes. Paul Kagame não é diferente de Felipe Nyusi e ambos têm muitas coisas em comum. Este ditador esteve presente no ato de assinatura do pacto de rendiçao do sr. Ossufo Momade. Assim também concordo consigo quando recomenda à Junta Militar da Renamo para não confiar é Paul Kagame porque é como entregarem-se ao diabo.
Há um ditado moçambicano que se aplica a estes gatunos "o cabrito come onde está amarrado". Infelizmente África é um paraíso para ganhar dinheiro rápido sem trabalhar. Em Maputo há gatunos que fazem festas, nos fins de semana, com mais de 600 pessoas. Donde vem o dinheiro para esses desmando enquanto muita gente não tem dinheiro para viver com dignidade? Moçambique é um país onde os alunos vão para a escola sem tomar pequeno almoço e sem certeza de terem uma refeição condigna mais tarde.
A desorientação é tão grande que agora o sr. Nyusi recorre aos curandeiros para resolver a hecatombe que se avizinha com o avanço da guerra no norte. Desta vez deve ter escolhido um falso curandeiro que lhe deve ter vendido esta ideia tão descabida.
Esta notícia vem reforçar o que temos dito sobre a natureza da guerra no norte e os alvos dos rebeldes. Esta notícia mostra mais uma vez que os alvos dos rebeldes são as instituições da Frelimo e que a capacidade operacional do rebeldes está a crescer com a captura de material guerra com maior poder de fogo que permite realizar operações militares mais complexas, incluindo o abate de aeronaves. A Frelimo está perder a guerra, com deserções e perda de material de guerra. A Junta Militar da Renamo soube, de forma inteligente, demarcar-se da rendição do sr. Momade num momento em que a Frelimo está a ser derrotada no norte. A Junta Militar da Renamo mostrou com a sua posição que não iriam trair os moçambicanos como fez o sr. Momade e que não seriam usados para ir massacrar moçambicanos no Norte. O que Carta, não esclarece nem se preocupa por esclarecer, porque tem na sua direção Mia Couto membro assumido da Frelimo, quem são os verdadeiros responsáveis dos massacres cometidos contra a população. A Frelimo está a usar a mesma tática que usou na guerra civil, isto é, cometer atrocidades e depois atribuir a sua responsabilidade a outra parte da guerra
"Depois de 44 anos sem “paz efectiva”, o novo cenário de aprofundamento da democracia não afasta a dúvida central" Estes jornalistas ou analistas revelam um profundo desconhecimento da realidade moçambicana. Como se pode falar de aprofundamento da democracia quando ela não existe e nunca existiu em Moçambique após 25 de Junho de 1975. Estar a fazer cenários de distribuição de votos nas Províncias para eleger os governadores é um puro exercício de demagogia quando as previstas eleições gerais serão fraudulentas e organizadas por entidades da Frelimo.
Toggle Commented Aug 6, 2019 on À terceira é de vez? at Moçambique para todos
"O cobarde Sérgio Vieira meteu-se nas latrinas e barricadou-se la dentro, impossibilitando assim que os agressores lhe chegassem para lhe incurtar a sua vida diabolica." Ségio Vieira começou a pagar pelo crimes que se orgulha de ter cometido. Mas, a vida tem destas coisa. Sérgio Vieira mal consegue andar e por isso pouco sai à rua. Para se mover tem de se arrastar pelo piso. Está a morrer minuto a minuto com doença degenerativa.
"“Eu não sou bandido, não me confundam. Estou a reivindicar coisas reais e quando quiser começar com a guerra vou avisar”" Esta declaração diz muito da qualidade deste líder e da Junta Militar da Renamo. É também um aviso muito sério para a Frelimo. O traidor Momade que fugiu para Maputo agora quer juntar-se as FDMOs da Frelimo combater as força da Renamo. São boas notícias o anúncio da marcação para os dia 17 da conferência de militares para elegerem o novo líder. Esta teleconferência é oportuna no momento em que Nyusi e Momade fazem campanha para descredibilizar a Junta Militar da Renamo.
Saudações a abraços caro Moolla, Nyusi e o traidor Momade apressaram-se a assinar o tal acordo em antecipação a uma reação militar da Junta Militar da Renamo. Para tentarem convencer a comunidade internacional e desvalorizar a Junta Militar da Renamo montaram à pressa toda esta encenação na Gorongoza, mas não dizem onde na Gorongoza. Para a Frelimo é mais um acordo que assina e que não irá cumprir como fez no passado. A Frelimo nunca cumpriu um único acordo incluindo os acordos de Lusaca. Portanto, nada novo. O traidor irá ser traído pelo seu parceiro Nyusi. Como resultado desta fantochada o caminho da Renamo está agora nas mãos da Junta Militar que irão eleger novo líder para a Renamo.
"Nessa ocasião, o major-general da Renamo, Mariano Nhungue, que se apresentou como líder da Junta Militar, disse que havia um plano de ataque das forças governamentais contra a base do grupo na serra da Gorongosa, supostamente para silenciar a sua contestação." A dupla Nyusi e Momade prepararam o plano para destruir a Renamo. O plano falhou e agora os grandes pensadores/analistas de Maputo estão aflitos porque a Junta Militar Renamo neutralizou o traidor Momade enviado por Nyusi. Estão aflitos também, porque a verdadeira Renamo não irá participar na eleições fraudulentas da Frelimo.
É inútil o sr. Nyusi telefonar ao seu agente e traidor Momade porque ele já foi neutralizado pela Junta Militar da Renamo. Nyusi procura usar o seu agente para enganar os membros da Junta Militar da Renamo. Nyusi vai ter que enfrentar mais uma guerra sem tréguas até à libertação final do pesadelo.
Os traidores são incapazes de aceitar que o seu papel chegou ao fim. Falam em que paz? Estão a seguir o guião dado por Nyusi
Já está muito complicado, mas é para a Frelimo que julgou que acabaria com a Renamo por ter do seu lado os traidores Ossufo Momade e José Manteigas. Assim, o governo da Frelimo vai ter de enfrentar duas guerras na zonas centro e norte. É fim de um regime totalitário, sanguinário e corrupto.