This is MACUA DE MOÇAMBIQUE's Typepad Profile.
Join Typepad and start following MACUA DE MOÇAMBIQUE's activity
Join Now!
Already a member? Sign In
MACUA DE MOÇAMBIQUE
Recent Activity
Image
A partir de quarta-feira é obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos e o não cumprimento desta imposição é punido com multas que vão até aos 500 euros, segundo a lei hoje publicada em Diário da República. O diploma refere que a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços públicos, uma forma de combater a pandemia de covid-19, terá a duração de 70 dias e abrange pessoas a partir dos 10 anos para "acesso, circulação ou permanência nos espaços e vias públicas sempre que o distanciamento físico recomendado pelas autoridades de saúde se mostre impraticável". Contudo o diploma estabelece... Continue reading
Posted 7 minutes ago at Moçambique para todos
Insurgentes entraram, mas à saída foram mortos Depois de, com sucesso, terem conseguido atacar a sede do posto administrativo de Mucojo e respectivas aldeias, os insurgentes não tiveram a mesma sorte na incursão que fizeram à ilha Matemo, local para onde muitas pessoas refugiaram-se quando as suas aldeias foram atacadas em Mucojo. O que se diz é que a estratégia montada pelas Forças de Defesa Segurança (FDS) em relação à resposta da incursão terrorista a Matemo resultou quase na perfeição. Primeiro, os insurgentes, excessivamente confiantes e numa atitude de perseguição à população que tinha fugido das aldeias de Mucojo, entraram... Continue reading
Posted 42 minutes ago at Moçambique para todos
Por Francisco Nota Moisés Trégua e um cessar fogo que toma lugar quando dois lados em guerra concordam suspender as suas acções armadas hostis. Quando um lado decide fazê-lo e surpreende o seu inimigo com um anúncio de cessar-fogo como Felipe Nyusi, o chefe da FRELIMO, fez tomando de surpresa Mariano Nhongo, tal não é uma trégua mas sim um Cessar-Fogo Unilateral que Mariano Nhongo não tem a obrigação de respeitar com a cessação das suas operações contra o regime da Frelimo. Parece mais do que claro que o chefe da Frelimo não conhece o significado da palavra trégua e... Continue reading
Posted 1 hour ago at Moçambique para todos
Por Marcos Neves Se olharmos para as letras com tanta atenção que elas perdem os sons que têm, o que encontramos? O meu filho mais novo ainda não sabe ler, mas gosta de apontar para as letras. Para ele, as letras são ainda apenas riscos e rabiscos. Tentei fazer como ele. Olhei com muita atenção para as letras maiúsculas. Olhei com tanta atenção e durante tanto tempo que comecei a delirar. Afaste-se — ou salte para dentro deste jogo. Olho com atenção para o A. O que vejo? Uma tenda? Uma casa? Com aquela trave ali no meio, penso no... Continue reading
Posted 1 hour ago at Moçambique para todos
Leia aqui https://www.cartamz.com/index.php/politica/item/6409-os-ataques-terroristas-a-mocambique-e-tanzania-pelo-iscap-uma-analise-do-the-soufan-center Continue reading
Posted 1 hour ago at Moçambique para todos
Leia aqui https://www.cartamz.com/index.php/politica/item/6410-operacao-de-abate-de-270-terroristas-em-mocimboa-da-praia-foi-liderada-por-um-anciao-de-80-anos-de-idade Continue reading
Posted 1 hour ago at Moçambique para todos
Entrevista a Andre Thomashausen sobre a situação na zona centro de Moçambique. Não ediy editado pela STV-SOICO. Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Posted yesterday at Moçambique para todos
Pelo menos duas pessoas morreram no fim de semana durante a viagem de barco para fugir à violência armada em Cabo Delgado e o número de deslocados nas praias de Pemba atingiu os 9.000, disseram hoje à Lusa fontes locais. As duas vítimas, um homem e uma jovem de 18 anos, morreram nas embarcações durante a viagem à Pemba, no sábado e domingo, respetivamente, contou à Lusa Manuel Nota, diretor da organização humanitária católica Caritas em Pemba. "A menina perdeu a vida a duas milhas de Pemba. Já conseguiam ver a cidade, mas ela não aguentou, estava com diarreia e... Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Image
Leia aqui Download Jornal Publico 522 26.10.2020 Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Image
Mariano Nhongo, dissidente da guerrilha da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), disse hoje à Lusa estar disponível para "negociar com o Governo" uma solução para acabar com os ataques armados do seu grupo no centro do país. "A Junta Militar está disposta a negociar com o Governo, mas só se for uma negociação de verdade", disse em declarações por telefone, em reação à trégua anunciada no sábado pelo Presidente moçambicano, Filipe Nyusi. Nhongo pediu a divulgação prévia de uma petição enviada há um ano ao Governo. LUSA – 26.10.2020 Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Image
Em 1988, quando João Paulo II visitou Maputo, o país vivia em guerra civil. Mais de três décadas depois, e antes de cruciais eleições marcadas para Outubro, o Papa Francisco chega, em Setembro, para abençoar um acordo que reconcilia a Frelimo, no poder, e a Renamo, na oposição. Um novo ciclo de governação com as armas em silêncio «seria histórico», afirma Eric Morier-Genoud, autor de um livro extraordinário sobre a singular Diocese da Beira Texto: Margarida Santos Lopes, jornalista Leia aqui Download Interview_about_the_Catholic_Church_in_Mozambique_Eric Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
O projeto de exploração de gás natural da Total no norte de Moçambique investiu até hoje cerca de 200 milhões de dólares (170 milhões de euros) em empresas moçambicanas, anunciou a petrolífera francesa. Aquele valor faz parte de um total de 850 milhões de dólares (cerca de 720 milhões de euros) gastos com empresas registadas em Moçambique, nas obras do complexo industrial e infraestruturas associadas em Afungi, província de Cabo Delgado. Os números constam de um comunicado alusivo à divulgação de oportunidades de negócio para 2021 em dois seminários através de plataformas eletrónicas que na última semana reuniram cerca de... Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Image
- Reformado na RM, João de Sousa assinava a coluna "Uma data na História" no semanário Canal de Moçambique. Maputo (Canalmoz) - Perdeu a vida na manhã desta segunda-feira, numa unidade hospitalar na Matola, província de Maputo, o jornalista João de Sousa, um dos ícones da rádio em Moçambique. De Sousa deu entrada na referida unidade hospitalar no final de semana, mas não resistiu. A informação foi confirmada ao CanalMoz/ Canal de Moçambique por uma fonte familiar. João de Sousa que já estava reformado na Rádio Moçambique colaborava com o Canal de Moçambique onde mantinha a coluna semanal "Uma data... Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Leia aqui https://www.cartamz.com/index.php/politica/item/6399-ataques-em-cabo-delgado-discurso-do-comandante-da-uir-leva-a-desvinculacao-de-dezenas-de-soldados Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Mueda, Memória e Massacre (1979) por Raquel Schefer O filme Mueda, Memória e Massacre (1979), de Ruy Guerra, definido oficialmente como a primeira longa-metragem de ficção moçambicana, poderia ser considerado, numa primeira leitura, como uma reconstituição cinematográfica1 do Massacre de Mueda, um dos últimos episódios de resistência contra o colonialismo português antes do início da Guerra Colonial em Moçambique (1964). Nesse sentido, o filme de Ruy Guerra, produzido pelo INC, o Instituto Nacional de Cinema moçambicano, não só comemoraria o principal e mais directo antecedente simbólico da Guerra Colonial em Moçambique, como também – e sobretudo – fundaria e inscreveria... Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
In 1959 the Portuguese consul in Dar es Salaam received a written request for the collective return of Makonde migrants to northern Mozambique. This request was then made in person by leaders of mutual help associations to the administrator of the small town of Mueda, opening an incident that would culminate in the infamous massacre of 16 June 1960. The origins of that event have been buried both by the Portuguese will to deny the violence and by the heroic narrative propagated by the national liberation movement. This article delves into the records that colonial intelligence amassed around the rise... Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
Por ten-coronel Manuel Bernardo Gondola Antes de entrar na parte central do meu texto eu acho, que tenho uma obrigação de explicar para vocês de onde surge o título que acima atirei. Surge não de uma preocupação académica e muito menos de um preparo intelectual, porque nunca tive preparo intelectual e muito menos objectivo de fazer um debate intelectual/académico em torno de Karl Marx, embora tenha participado na Faculdade de Ciências Sociais e Filosóficas da Universidade Pedagógica da Palestra alusivo aos [200] anos do nascimento e do pensamento de Karl Marx. Para começar, a análise das publicações mesmo superficiais de... Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
Image
Leia aqui Download Domingo - 25.10.2020 - Moz Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
Leia aqui Download 19 10 2020 Download 20 10 2020 Download 21 10 2020 Download 22 10 2020 Download 23 10 2020 Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
DE VEZ EM QUANDO... Por Afonso Almeida Brandão Parece que uma boa parte dos nossos telespectadores da SIC, de Portugal, têm um jeito especial para se maravilharem com as banalidades --- intencionalmente orientadas --- dos oportunistas mais óbvios de serviço. Neste caso, de serviço aos maravilhosos (e mentirosos) sonhos neo-liberais e ao conjunto de princípios (mais religiosos que económico-sociais) que os orientam, para que melhor conduzam "os rebanho" deliberadamente desinformado, ignorante e afastado de quaisquer sistema de pensamento articulado e lógico ao sossegado redil dos baralhados essenciais, que só agem --- pavlovianamente --- de acordo com as orientações dos "pastores"... Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
Cerca de 1,4% da população moçambicana vive, actualmente, na condição de deslocado devido aos ataques armados em Cabo Delgado e no Centro Sumário Executivo De Outubro de 2017 a Outubro de 2020, os insurgentes realizaram mais de 600 ataques terroristas nos distritos do norte e centro da província de Cabo Delgado, causando cerca de 2000 mortes entre a população, das quais mais de 60% são de civis1. Para além da barbaridade na forma de actuação, a face mais visível dos ataques em Cabo Delgado é o crescente número de deslocados internos, que atingiu mais de 300 mil até ao final... Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos