This is MACUA DE MOÇAMBIQUE's Typepad Profile.
Join Typepad and start following MACUA DE MOÇAMBIQUE's activity
Join Now!
Already a member? Sign In
MACUA DE MOÇAMBIQUE
Recent Activity
Image
Leia aqui Download SAVANA 1573 01.03.2024 Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Por Edwin Hounnou Como diz Lil Wayne, artista musical de Nampula que tem feito muitos lives, agora é "vez vez", querendo com isso expressar a ideia segundo a qual é preciso alternância à mesa do banquete de Estado. Hoje, comem uns, amanhã, comem outros. Não é bom que seja o mesmo grupo pela eternidade, enchendo seus bolsos, a engordar as suas contas bancárias, acumulando bens como mansões, palacetes, viaturas de luxo, empresas de lavagem de dinheiro enquanto outros continuam roendo as unhas de tanta pobreza. Ninguém tem o direito de se beneficiar sozinho das potencialidades do país e, mais grave ainda, sem justiça eleitoral, onde os órgãos eleitorais estão cada vez mais aprisionados ao poder político. As possibilidades que o país oferece não são dádivas para privilegiados. Os recursos naturais e financeiros pertencem ao país e ao povo, devem chegar a todos. Apoiamos a ideia do vez vez por ser... Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Image
Por Afonso Almeida Brandão No meio da actividade político-partidária tendo como pano de fundo as eleições legislativas antecipadas do próximo dia 10 de Março, bem como da realização das eleições regionais nos Açores, creio não se estar a dar a atenção devida ao “caso da Madeira” – o judicial, em sede de inquérito e em investigação pelo Ministério Público (MP) – e à crise política consequentemente despoletada, cuja solução poderá passar pela dissolução da Assembleia Legislativa Regional, por decisão do Presidente da República, assim que esse poder constitucional seja restabelecido, decorridos seis meses após a sua eleição. O “caso da Madeira” é mais um exemplo do estado preocupante em que o país se encontra. E é particularmente grave, na medida em que, uma vez mais, se comprova serem as próprias instituições democráticas que estão aqui em causa. Quer no que diz respeito ao seu normal funcionamento, quer em relação à... Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Quando dias depois da terrível apresentação do informe anual sobre o Estado Geral da Nação-2023 pelo Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, na Assembleia da República (AR) devido aos cânticos e vaias da bancada parlamentar da RENAMO, o Secretário-Geral do Partido Frelimo, Roque Silva apareceu na imprensa anunciando que um dos “grandes objectivos do partido Frelimo” para as eleições legislativas de 09 de outubro do presente ano é ganhar todos os mandatos na Assembleia da República (AR), como forma de evitar futuras situações similares do inesquecível dia 20 de dezembro de 2023. Entretanto, este objectivo parece não ser inocente, apesar do mesmo circunscrever-se apenas aos actuais patronos do Partido Frelimo e não dos legítimos pensadores partidários do presente e futuro do País. Conforme apuramos de fontes internas da Frelimo, a decisão de subverter a vontade popular nas eleições autárquicas de 11 de outubro e 10 de dezembro de 2023 foi... Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Image
REDACTOR Leia aqui Download Redactor_6768_01.03.2024 Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Image
Leia aqui Download Visaoaberta_1304 01.03.2024 Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Image
Leia aqui Download Noticia-01.03.2024 Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
EUREKA por Laurindos Macuácua Cartas ao Presidente da República (179) Hoje não tenho nada para lhe dizer, Presidente. Para ser inteiramente franco, de todas as vezes que lhe escrevo, não o faço tanto por acreditar que vá ter em V. Exa. qualquer efeito –todo o vosso comportamento, traindo, inescrupulosamente, todas as promessas feitas em campanha eleitoral, não convida à esperança numa reviravolta! – mas, antes, para ficar de bem com a minha consciência. Que lhe vou eu dizer? Falar sobre Cabo Delgado? Em que é que isso vos interessa? A Comissão Política da Frelimo e o Conselho de Ministros estiveram esta semana reunidos. Nos comunicados de imprensa que distribuíram, não havia nenhuma menção a Cabo Delgado. Isto diz tudo! A postura da Frelimo, na sequência da borrada de Cabo Delgado, tem sido inqualificável. O partido perdeu o respeito de todos; perdeu o respeito por todos e, ao que se topa,... Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
A justiça britânica considera que o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, tem imunidade diplomática e não pode ser responsabilizado no âmbito do processo do caso das dívidas de Moçambique, como pretendia a Privinvest. O Tribunal de Recurso de Londres considerou que o pedido de imunidade foi feito dentro do prazo porque Filipe Nyusi só foi devidamente notificado pelos tribunais em abril de 2023, e não outubro de 2021, como alegava o grupo naval. Além disso, o juiz Julian Flaux vincou que Nyusi "tem imunidade de jurisdição nos tribunais ingleses enquanto for o chefe de Estado de Moçambique". A decisão tem impacto no processo no Tribunal Comercial iniciado pela Procuradoria-Geral da República de Moçambique para contestar as dívidas relativas à compra de barcos de segurança marítima, barcos de pesca de atum e outro equipamento. Moçambique considera que as garantias financeiras dadas pelo então ministro das Finanças, Manuel Chang, foram obtidas através da... Continue reading
Posted yesterday at Moçambique para todos
Do conflito e das receitas há muito diferidas à queda da procura de gás, há muitas razões para acreditar que o acordo de GNL de Moçambique se tornou um passivo. Desde que grandes depósitos de gás natural foram descobertos ao largo da costa norte de Moçambique, em 2010, há grandes expectativas de que a descoberta traga prosperidade económica ao país. Em 2016, por exemplo, um relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) previu que a exportação de gás natural liquefeito (GNL) transformaria a economia de Moçambique. Ele projetou uma receita total de US$ 500 bilhões até 2045 e uma taxa média de crescimento real do PIB de cerca de 24% entre 2021 e 2025. Para um país atolado em dívidas e classificado como tendo o 181º menor índice de desenvolvimento humano do mundo (de um total de 188), isso foi importante. 14 anos depois da descoberta do gás, no entanto, o... Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
Por Elvino Dias Há um grupo de amigos, muitos com ligações ao Partido FRELIMO que dizem que estamos a aconselhar muito mal ao VM. Eles fundamentam o seu posicionamento com base nas decisões que o VM tomou nos últimos tempos, designadamente: 1. No gozo do seu direito de membro do Partido, anunciar a sua pretensão em se candidatar à Presidente do Partido RENAMO. 2. Por não concordar com os resultados eleitorais que dão vitória a um Partido que todo o mundo viu que perdeu, recusar tomar posse e se beneficiar das mordomias decorrente desse facto. 3. Submeter duas Providências Cautelares a exigir ao Presidente do seu Partido i) cumprir com os Estatutos, i Ii) não perseguir os membros e iii) convocar o Congresso. No entender dos meus amigos, as decisões do VM7 acima indicadas, são muito erradas; pois o certo era ele se conformar com a actual cenário politico em... Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
Image
Leia aqui Download Zambeze 1090 29.02.2024 Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou a autoria de 27 ataques em vilas “cristãs” no distrito de Chiùre, Cabo Delgado, norte de Moçambique, em que afirma terem morrido 70 pessoas nos últimos dias. Através dos canais de propaganda do grupo, que documenta estes ataques com fotografias, é referida ainda a destruição de 500 igrejas, casas, e edifícios públicos naquele distrito do sul da província de Cabo Delgado, conforme declarações a que a Lusa teve hoje acesso. As autoridades moçambicanas não comentam a situação operacional, mas a Lusa ouviu nos últimos dias, na vila de Chiùre, relatos de deslocados que chegam à localidade sobre ataques, destruição de hospitais, escolas e casas, além de mortos, provocados em diferentes aldeias do distrito pelos insurgentes. O governador de Cabo Delgado, Valige Tauabo, afirmou na segunda-feira à Lusa que os atos “macabros” que assolam há duas semanas o sul daquela província moçambicana são protagonizados... Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
Image
Leia aqui Download Luz do Pensamento Edicao 91 29.02.2024 Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
Image
Leia aqui Download P & B -Edição 661 29.02.2024 Continue reading
Posted 2 days ago at Moçambique para todos
ten-coronel Manuel Bernardo Gondola Hoje, vamos conversar um pouquinho sobre essa possibilidade de envio de tropas europeias para a Ucrânia, deixe eu falar para vocês como é que essa 'história' começou. Essa 'história' começou numa Reunião de lideranças europeias onde ou, ao que tudo indica o Presidente Macron ele teria levantado essa “bola” da possibilidade de mandar tropas europeias para Ucrânia, só que, o Robert Fico, o Primeiro-ministro da Eslováquia “botou” a boca no trombone e jogou isso na imprensa, a 'repercussão' foi enorme: primeiro se aventando a possibilidade, mas depois vários países 'anunciaram' quê não vão enviar tropas para Ucrânia eu anotei aqui no meu bloco de notas: Alemanha, a Republica Checa, a Hungria, Polónia, Suécia, Eslováquia, Grécia, Finlândia e parece que a Espanha agora já retirou o time, também. Ou seja, está todo o mundo tirando o time e…até a própria Ucrânia já andou dando algumas 'declarações' também... Continue reading
Posted 3 days ago at Moçambique para todos
Desde 21 de janeiro, a vila de Mucojo está sob controlo dos insurgentes, que pediram aos residentes para não respeitarem a ordem As autoridades do distrito de Macomia “decretaram” a retirada compulsiva, até amanhã, dos residentes da vila de Mucojo, quase um mês depois do assalto e ocupação por rebeldes, do estratégico e principal entreposto pesqueiro, disseram à Voz da América nesta quarta-feira, 28, vários moradores locais. Os insurgentes e a população estiveram no último mês em convivência pacífica em Mucojo, que, agora, apelaram à população a não cumprir a ordem de abandono, insistindo que vai garantir a sua segurança. O aviso de retirada foi transmitido por alguns líderes locais, mas não foram avançadas as razões da evacuação daquela zona, explicou Adrisse Abdalá, um pescador local. “Eu participei numa reunião com o novo chefe da localidade em Masiva, e lá foi dada a informação que toda a população deve sair”,... Continue reading
Posted 3 days ago at Moçambique para todos
Image
REDACTOR Leia aqui Download Redactor_6766_28.02.2024 Continue reading
Posted 3 days ago at Moçambique para todos
Image
Leia aqui Download Canal de Mocambique 757 28.02.2024 Continue reading
Posted 3 days ago at Moçambique para todos
Os membros das Forças de Defesa e Segurança (FDS) afectos na ilha Quirambo, distrito do Ibo e famílias deslocadas do posto administrativo de Mucojo em Macomia entraram numa confrontação verbal, na manhã desta terça-feira (27), quando os agentes da autoridade tentaram impedir as novas chegadas. Não se sabe se as FDS estavam a cumprir "ordens superiores" ou a agir à sua conta e risco, mas o certo é que faziam de tudo para que os deslocados que saíram de Mucojo não entrassem na ilha Quirambo, mesmo em regime de trânsito. "Houve um braço-de-ferro em Quirambo. Os nossos familiares estão a ser impedidos de entrar em Quirambo pelos polícias. Não sabemos as causas. Assim (10 horas), as pessoas ainda estão na praia, são muitas ao longo da orla marítima. Os agentes estão a dizer aos deslocados para subir de novo no barco e regressar à procedência", disse, na manhã desta terça-feira,... Continue reading
Posted 3 days ago at Moçambique para todos
Sr. Ten-Coronel Manuel Bernardo Gondola, Bom dia, é uma delícia ler as suas crónicas, julgo que é moçambicano e se preocupa mais com as crianças do Congo-Záire do que com as crianças do país que o viu nascer. É importante continuar dizer que o “sonho” dessas crianças é ser enfermeiros, engenheiros, arquitectos, jogadores de futebol, pilotos e outras profissões, que hoje em dia eles não estão tendo nem esse direito de ter, nem de “sonhar”; imagina agora eles estão numa 'situação' que não tem seus pais, as suas casas foram destruídas, as suas famílias foram mortas eles não tem nem comida, nem roupa e eles estão completamente nessa 'situação' e… é isso que está acontecendo com as crianças e várias outras famílias no Congo-Záire As crianças de Moçambique também gostariam de ser isso tudo, mas durante os últimos 50 anos, em Moçambique os partidos Frelimo e Renamo que se julgam... Continue reading
Posted 3 days ago at Moçambique para todos
Lembram-se da ladainha oficial que menosprezou os sinais do terrorismo quando ele dava seus passos iniciais : é assunto de Polícia. Hoje temos guerra fraticida. A ladainha deve ter servido para qualquer coisa, como o endinheiramento centrado na logística castrense. Hoje Cabo Delgado está um caos e a TotalEnergies hesitando. Lembrei-me desta saga interminável quando ouvia este podcast com Stefan Dercon, professor de Política Econômica na Universidade de Oxford.(em anexo e recomendo vivamente). Ele diz uma coisa simples: sem que as elites concordem que o caminho é o desenvolvimento, o contrário vai vigorar, a trapaça da pobreza. Esta é uma hipótese para Moçambique: nossas elites políticas e econômicas ainda concordaram numa visão de progresso colectivo. Cada um olha para si, empobrecendo o Estado. Cabo Delgado foi (é) palco de experiências terríveis de enriquecimento e acumulação, e quando se conjecturava o fim do terrorismos que Nyusi bem amplificou com hosanas para... Continue reading
Posted 3 days ago at Moçambique para todos
Image
ten-coronel Manuel Bernardo Gondola É importante continuar dizer que o “sonho” dessas crianças é ser enfermeiros, engenheiros, arquitectos, jogadores de futebol, pilotos e outras profissões, que hoje em dia eles não estão tendo nem esse direito de ter, nem de “sonhar”; imagina agora eles estão numa 'situação' que não tem seus pais, as suas casas foram destruídas, as suas famílias foram mortas eles não tem nem comida, nem roupa e eles estão completamente nessa 'situação' e… é isso que está acontecendo com as crianças e várias outras famílias no Congo-Záire. Quase [50] mil crianças estão 'trabalhando' nas minas no Leste do Congo-Záire 'sofrendo' todas as formas possíveis de 'abuso infantil' que nós podemos imaginar, por isso, que nós não devemos nos calar de 'denunciar' as atrocidades que vem acontecendo com os civis no Congo-Záire. No momento em que vos escrevo esta Carta, os congoleses na diáspora estão 'realizando' várias manifestações... Continue reading
Posted 4 days ago at Moçambique para todos
Cerca de 18 mil beneficiários do Programa de Protecção Social do Instituto Nacional de Acção Social (INAS) delegação de Báruè a norte da província de Manica estão sem seus subsídios avaliados em 360 meticais por mês, por cada beneficiário desde janeiro de 2023. Mais de 18 mil beneficiários do INAS em Manica não recebem seus subsídios há 14 meses Trata-se de idosos e outra camada social na situação de vulnerabilidade e pobreza extrema, que a terem que ser pagos o INAS da região norte da província de Manica terá que desembolsar mais de 77 milhões de meticais numa dívida que vem desde janeiro de 2023 a esta parte. Os beneficiários dizem que sem seus subsídios estão a viver os piores dias das sua vidas uma vez que apesar de ser ínfimo os 360 meticais aliviavam algumas preocupações primárias. “Estamos a passar por bastante dificuldade no dia-a-dia e pedimos a quem... Continue reading
Posted 4 days ago at Moçambique para todos
É mais uma facada que vários agentes da Polícia da República de Moçambique (PRM) já começaram a vivenciar. Se antes o problema era apenas o atraso, agora um ofício institucional em posse da “Integrity” refere que “cumpre-nos o dever de informar a V. Excia que, a Direcção de Logística e Finanças do Comando Geral da PRM, recebeu da CEDSIF um plano de amortização dos salários considerados duplicados nos meses de junho, julho e agosto de 2023, no âmbito da migração de dados do Comando Geral da PRM para o CEDSIF.” Neste plano constam 38624 membros e os descontos variam de um a sete meses de descontos. No entanto, o plano de amortização, este processo de descontos aos membros, terá início no mês de fevereiro e terminará em agosto do corrente ano. De referir que o despacho com o número de referência 276/DF/DLF-CG/24, datado de 01 de janeiro, relativo aos descontos... Continue reading
Posted 4 days ago at Moçambique para todos